Marketing de Influência: 78 empresas que estão construindo esse mercado no Brasil

Durante uma pesquisa para o meu curso de férias na ESPM: Marketing de Influência na Prática encontrei 78 empresas que trabalham com influenciadores no Brasil com o objetivo de atender empresas.

Vale sempre lembrar: não é uma lista definitiva. Foi um levantamento reativo, eu perguntei no Facebook e Linkedin se meus contatos tinham sugestões e com base nas respostas fiz essa lista.

Essa lista não inclui as agências digitais ou consultorias que, entre diversos outros serviços oferecem, também campanhas com influenciadores. Tentei dar prioridade para aqueles que colocaram o trabalho com influenciadores como um dos destaques do seu serviço.

Também não inclui aí empresas que atendem os influenciadores ou os influenciadores em si. Apenas as empresas que de certa forma estão funcionando como intermediários entre influenciadores e empresas com o objetivo de criar algum valor nessa intermediação.

Se você conhece alguma empresa que não está listada abaixo, se você está listado incorretamente ou se você gostaria de informar mais detalhes, você pode solicitar a inclusão, correção e adicionar dados da sua empresa aqui neste formulário.

Agentes e Agências

ACT10N www.act10n.com.br
Art Link www.artlinkproducoes.com.br
B+CA www.bmaisca.com.br
BDB www.billiondollarboy.com
BES www.brasileletronicsports.com.br
Boo-box www.boo-box.com
BR Media Group www.br-mediagroup.com
BR Net www.brasilnetconsulting.com.br
brandset www.brandset.ag
Brasil Artistas www.brasilartistas.com.br
Bruno Lima Assessoria www.blimamr.com
BTBlogers btbloggers.com.br
Buzzer Digital www.buzzerdigital.com.br
Bw Influencers www.bwassessoria.com
CBBlogers www.cbblogers.com
Clash Content www.clashcontent.com.br
CoCreators www.cocreators.com.br
Coexiste www.coexiste.com.br
Crane crane.is
CW Marketing www.cwmarketing.com.br
Digital Stars www.digitalstars.com.br
Divulga Influencers www.instagram.com/divulga_influencers
FD www.fdcomunicacao.com.br
Fhits www.fhits.com.br
Grupo It Brazil www.grupoitbrazil.com
ID Always idalways.com.br
iFruit www.ifruit.com.br
IQ www.iq.art.br
IWM www.iwmagency.com.br
Luciana Pimentel www.lucianapimentel.com.br
Made For www.madefor.com.br
MAM www.agenciamam.com
Mostre-se www.mostrese.com.br
Movementme www.movementme.com
MZ.id www.mzid.com.br
Noá www.agencianoa.com.br
NWB www.nwb.com.br
R Abreu www.robsonabreu.com
Royal Umbrella www.royalumbrella.com.br
Rsbloggers rsbloggers.com.br
Skinbiz www.skinbiz.com.br
Suba agenciasuba.com.br
Talent Experts www.talentexperts.com.br
Tambor www.tambor.biz
TopMothers www.topmothers.com.br
Tree Intelligence www.treeintelligence.com
Tubelab tubelab.tv
Tudo em Pauta www.tudoempauta.com.br
VTR Entretenimento www.oficialzoio.com.br
We Sell www.wesellco.com
Zeca Vitorino www.zecavitorino.com.br

Redes

Amazing Pixel www.amazingpixel.com
Redmas www.redmas.com/pt
Snack www.redesnack.com.br
Webedia www.webedia-group.com

Plataformas

Airinfluencers www.airstrip.com.br
Buzzmonitor www.buzzmonitor.com.br
Celebryts www.celebryts.com
Clvbe www.clvbe.com.br
Digital Influencers www.digitalinfluencers.com.br
Fluvip / Spark www.fluvip.com
Hubble hubble.buzz
incast www.incast.com.br
InfluHub www.influhub.com
Kornerz www.kornerz.com
Kuak www.kuak.com
Lucy www.getlucy.co
Mamma Media www.mammamedia.com.br
Netcos netcos.art.br
Nevaly nevaly.com/pt/
Niche www.niche.co
Points Rocket pointsrocket.com
post2b www.post2b.com
Reward Style www.rewardstyle.com
Social Brunch www.socialbrunch.com.br
Shareablee www.comscore.com/por/Produtos/Analise-de-Audiencia/Shareablee
Squid www.squidit.com.br
Stilingue www.stilingue.com.br

Se você quiser saber mais sobre o curso de Marketing de Influência na Prática, ele é dividido em 3 noites:

No 1º dia falarei de conceitos e mapeamento de influenciadores, vou contar um pouco do histórico do marketing de influência no Brasil e como convidado terei o Alexandre Inagaki, da PEPN Consultoria.

No 2º dia vou falar de abordagem, relacionamento, contratação e co-criação. Para esse segundo dia vou contar com a participação do Maurício Cid do Não Salvo contando o ponto de vista da influenciador e falando de campanhas que ele já co-criou com marcas, também convidei o Fábio Utumi, advogado e sócio da IQ Agenciamento, que vai falar das questões envolvendo contratação, exclusividade, direitos autorais, etc. E por fim teremos também o Felipe Oliva da Squid falando sobre microinfluenciadores.

No 3º dia vou falar de ferramentas e métricas, nesse dia teremos como convidados os executivos da Celebryt’s, Airfluencers e Stilingue mostrando suas ferramentas e compartilhando seus insights sobre métricas.

Como prática, ao longo do curso, os alunos vão criar um projeto sobre influenciadores para uma marca, fazer levantamento e ranqueamento manual (com ferramentas gratuitas) de influenciadores e definirão abordagem, ações e métricas.

Até 20/junho o curso tem 10% de desconto e pode ser dividido em 6 vezes, mais informações e inscrições diretamente no site da ESPM.

Capturando Leads no Inbound Marketing

Escrevi no começo desse ano sobre a fase de Atração do Inbound Marketing, hoje queria chamar a atenção para a fase da Conversão.

O Inbound Marketing divide a venda em 2 fases: Conversão e Fechamento. Na fase de Conversão os Visitantes são transformados em Leads e esses Leads posteriormente são transformados em Clientes na fase de Fechamento.

metodologia-inbound-marketing

Durante a fase de Conversão as ferramentas e técnicas que mais se destacam são: Formulários, Calls-to-Action e Landing Pages. Vale lembrar de novo que você pode usar outras ferramentas e técnicas, não seja um purista preso a metodologia, a grande vantagem do Inbound Marketing ser um processo aberto ao invés de uma ferramenta fechada é justamente poder incorporar seu aprendizado e modificá-lo conforme sua experiência.

Na fase de Atração você conseguiu fazer com que pessoas desconhecidas chegassem até as propriedades da marca. Agora eles são seus visitantes, você deve coletar informações sobre esses visitantes para poder analisar como oferecer seus produtos e serviços.

Leads

Seu objetivo nessa fase é coletar os dados do seu visitante permitindo: Continuar lendo “Capturando Leads no Inbound Marketing”

Pare de ouvir os profetas do apocalipse corporativo

60% das novas empresas fecham em até 5 anos, para as pequenas empresas, onde se classificam a maioria das startups, a maioria fecha as portas em menos de um ano.

Antes do Facebook copiar o recurso de Stories do Snapchat para o Instagram (e depois Whatsapp, Messenger e o próprio Facebook) eles tentaram criar 3 aplicativos para brigar com o Snapchat, nenhum deles fez sucesso. Se você fizer uma busca por “Facebook Testa” no Google News vai encontrar dezenas de notícias de recursos que o Facebook testou em um grupo de usuários mas acabou não tornando permanente. Para cada acerto de uma empresa como o Facebook, existem centenas de erros anteriores.

É mais fácil acertar que uma empresa vai fechar ou uma startup vai errar do que acertar o “cara ou coroa” ao jogar uma moeda.

O empresário que fecha um negócio aprende com o seu erro ao revisar seus processos, a startup que erra ao lançar um recurso novo aprende com o seu erro ao ouvir o feedback dos seus usuários, o profeta do apocalipse que anunciou a queda da startup não aprendeu nada. Os seguidores do falso profeta não aprenderam nada.

Todas as técnicas modernas de inovação orientam a analisar o mercado consumidor antes de criar uma solução ou montar um modelo de negócios, mais importante do que seguir os profetas do apocalipse é seguir os hábitos do seu público alvo, entender a mudança de comportamento dos seus consumidores. Continuar lendo “Pare de ouvir os profetas do apocalipse corporativo”

As soluções de Inteligência Artificial que já estão disponíveis no mercado

Em 11 de maio de 1997 o computador Deep Blue da IBM venceu o o campeão do mundo de xadrez, Garry Kasparov, nascia ali uma promessa de que máquinas poderiam fazer tarefas mais avançadas do que seres humanos.

Em 2011 o Watson, um software da IBM, venceu o programa americano Jeopardy, um jogo de perguntas e respostas que nós aqui no Brasil, graças ao Sílvio Santos, conhecemos como Show do Milhão. Em 2013 a tecnologia do Watson começou a ser oferecida para empresas.

Primeiramente os projetos envolvendo o Watson da IBM eram oferecidos para grandes empresas para criar soluções customizadas. Esse ano estive em Las Vegas no IBM Amplify e vi a apresentação de alguns desses cases já amadurecidos, entre eles destaco:

  • Encontre a jaqueta perfeita usando o Watson Personal Shopper – Essa solução feita para a The North Face te ajuda a encontrar a jaqueta ideal para aquela viagem onde você não faz muita ideia do tipo de clima que vai encontrar.
  • GWYN – Gifts When You Need – Esse simpático programa te ajuda na difícil tarefa de presentear alguém quando você não é do tipo que presenteia outras pessoas, criado para a Harry & David, empresa do mesmo grupo da 1-800-Flowers.

Em ambas as soluções você conversa usando linguagem natural, no caso específico das soluções acima você precisa falar em inglês.

Mas o Watson não é exclusivo para grandes empresas, já existem soluções prontas para empresas de médio porte, é o caso da família Watson Customer Engagement. Continuar lendo “As soluções de Inteligência Artificial que já estão disponíveis no mercado”

Chega de torcer o nariz, Inbound Marketing veio pra ficar

Já são mais de 10 anos que o termo Inbound Marketing foi criado pela Hubspot para organizar uma série de táticas de marketing digital que funcionam muito bem se combinadas estrategicamente.

Muita gente acredita que o Inbound Marketing é dependente demais do e-mail para funcionar e isso talvez comprometesse a vida útil da metodologia. Porém saiba que já estão adaptando essas técnicas para SMS, redes sociais, notificações via aplicativos e browsers, beacons e realidade virtual entre outras formas de manter contato com as pessoas impactadas durante processo.

Apesar da hegemonia do e-mail como forma de identificação estar ameaçada faz um bom tempo (Facebook quer tomar o lugar do e-mail caso você esqueça a senha de suas contas) ultimamente vivemos um renascimento da newsletter como fonte de informação, eu mesmo tenho organizado uma newsletter com notícias diárias de comunicação. Se o e-mail recuperar sua importância no mundo digital o Inbound Marketing ganha ainda mais força.

Inbound Marketing pode ser traduzido ao pé da letra como Marketing de Entrada, ou minha opção preferida, Marketing de Atração, muitos gostam de chamá-lo também de Novo Marketing o que eu considero um certo exagero.

A diferença básica do Inbound Marketing para as estratégias tradicionais é que ele foca em atrair naturalmente o cliente ao invés de “forçar” o impacto da marca através de mídia paga. Eu particularmente acredito que uma estratégia combinada de Inbound (atração) com Outbound (mídia paga) é o melhor dos mundos, porém para muitas empresas com orçamentos ou margem de lucro limitadas o Outbound sempre oferece um grande risco fazendo com que o Inbound Marketing se torne aina mais popular. Continuar lendo “Chega de torcer o nariz, Inbound Marketing veio pra ficar”